Fugitivos do RN são presos no Ceará com armas de grosso calibre

Parte de uma quadrilha com atuação no Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Piauí, foi presa pela polícia do Ceará. Foram presos sete homens, entre eles, estão três potiguares. Todos do RN são fugitivos. O material apreendido: um fuzil 762 e a munição do armamento, utilizada pelas Forças Armadas, três pistolas Taurus de calibre Ponto 40, três coletes balísticos, fardamento camuflado, duas máscaras e três veículos – uma camionete Hilux, um Corolla roubado e um Fiesta, além de 16 bananas de dinamite, cordel detonante, estopim e espoletas.

Os potiguares são Leomel Correia de Melo, de 34 anos, Claudivam Bezerra Alves dos Reis, 31 anos e Felipe Chaves de Araújo, de 24 anos.
Além deles, foram presos José Fabiano Nunes de Alencar, de 33 anos, Glauco Silvio Andrade, de 22 anos, Francisco José de Oliveira, 30 anos e Denair Alves de Queiroz, 23 anos.
Lemoel e Felipe são fugitivos do presídio de Alcaçuz em Nísia Floresta. O primeiro fugiu em 2010, já o segundo conseguiu sair do sistema penitenciário em setembro do ano passado. Já Claudivam é fugitivo da Penitenciária Estadual do Seridó, situada em Caicó. Ele escapou no ano de 2010.
– Claudivan Bezerra Alves dos Reis, natural de São Miguel/RN, também é conhecido por “Paulista”. Ele é foragido da Penitenciária Estadual do Seridó, aonde cumpria pena no regime semi-aberto, por crimes de homicídio e roubo registrados na região Oeste do Rio Grande do Norte. Sua fuga de Caicó se deu no dia 14 de setembro de 2011. Contra ele existe um mandado de prisão.
Felipe Chaves de Araújo, de 24 anos, é também conhecido como “Cabra Véi, e, é apontado pela Polícia como o responsável pela morte do caicoense, Francisco Minervino, “Chico Olegário”, comerciante assassinado em Assú/RN, no mês de agosto de 2010. Além da morte de Francisco de Lima o “Neném de Otacílio”, ocorrida em Caraúbas, no mês de junho de 2010. Outro crime de morte do qual ele é suspeito de participar foi o de Antônio Veras, em Campo Grande/RN, no mês de maio de 2010.Ele também teria participado do roubo ao banco Bradesco em Sapé/PB, em setembro de 2010. Assim como ele é acusado de assalto a Agência dos Correios da cidade de São João do Sabugi/RN, ocorrido em outubro de 2010. Outro crime que ele é suspeito é a explosão do Banco do Brasil em Baraúna no mês de maio.
Ele é foragido da Penitenciária de Alcaçuz em Nísia Floresta/RN, por duas vezes. 
– Lemoel Correia de Melo, responde a processos na Justiça do Rio Grande do Norte, por crimes de roubo, receptação e latrocínio, entre outros. Ele era foragido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz em Nísia Floresta/RN, desde o dia 29 de setembro de 2011.
A polícia atribui a ele a morte do policial militar, José Wilton de Almeida, assassinado ao reagir a um assalto. Lemoel Correia passou a ser suspeito de matar o policial militar depois que familiares dele fizeram reconhecimento por foto.
Fonte: Sidney Silva via PM Currais Novos
  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: